Acompanhe nas
redes sociais:
Facebook Instagram

Notícias

22/02/2021 10h03

Saiba mais sobre a Leucemia, doença abordada na novela Laços de Família

A doença pode afetar qualquer faixa etária, sendo mais prevalente em idosos. Mas é o câncer mais comum na infância.

Divulgação TV Globo

Se é noveleiro, então com certeza está assistindo à novela “Laços de Família” (2000), reprisada mais uma vez pela TV Globo. A trama iniciou a fase cuja personagem Camila (Carolina Dieckmann) descobre ter Leucemia, iniciando todo o processo de tratamento, que inclui o risco de consequências mais graves que a queda do cabelo.

Mas o que é a Leucemia? Ela é um tipo de câncer que afeta o sangue ou os glóbulos brancos, conhecidos como leucócitos, que são responsáveis pela defesa do nosso organismo contra infecções. Existem três tipos de células: hemácias, glóbulos vermelhos, leucócitos (chamados de glóbulos brancos) e as plaquetas.

“Há uma divisão muito importante entre as Leucemias: agudas e crônicas. Apesar de ser apenas uma palavra na mudança, denota uma grande diferença em tratamento, prognóstico, necessidade ou não de Transplante de Medula. O tipo mais comum nos adultos é Leucemia Mieloide Aguda, ou só ‘LMA’, que é um tipo de câncer no sangue. A LMA geralmente cresce rapidamente e precisa ser tratada rapidamente”, alertou o médico onco-hematologista, Dr. Sérgio Pimentel.

O médico explica que o sangue é composto por diferentes tipos de células. “Essas células são feitas no centro dos ossos, em uma parte chamada medula óssea. Quando as pessoas têm LMA, a medula óssea produz células sanguíneas anormais (doentes) em vez de células sanguíneas normais. Essas células sanguíneas doentes crescem descontroladamente, entram no sangue e viajam pelo corpo. Às vezes, essas células se acumulam em certas partes do corpo”, pontuou o médico.

Quando a medula óssea produz células sanguíneas anormais, ela não produz as células sanguíneas normais que o corpo necessita. Isso pode causar os seguintes sintomas: cansaço, fraqueza, sangramentos e adoecimentos com infecções mais frequentes que o normal. Para confirmar a doença, é necessário a realização de exames de sangue e de um mielograma, que é quando o médico colhe uma pequena amostra da medula óssea.

“Em seguida, outro médico examinará as células em um microscópio para ver se células anormais, as cancerosas, estão presentes. Os resultados do teste podem indicar o tipo de Leucemia e o tratamento certo irá depender da idade e do tipo de LMA diagnosticado”, esclarece o onco-hematologista da Oncoclínica.

Oncoclínica | Centro de Tratamento Oncológico

Endereço:

Rua José Freire Moura, nº 45

Ponta Verde - Maceió-AL

 

Telefones

82 3231-5754 / 3327-4659

 

Horário de Funcionamento

Segunda a Sexta: 9h às 18h

 

Dra. Patrícia de Araújo Amorim

Diretora Técnica Médica

CRM/AL 2710 / RQE 1109

© Copyright 2021. Oncoclínica Maceió.
Todos os direitos reservados